Serão oferecidos aos alunos participantes do projeto, atividades teórico-práticas relativo ao conteúdo teórico do traumatismo, princípios biológicos, fatores etiológicos, protocolos de atendimento, como lidar com o paciente e com a família durante o atendimento emergencial, orientação para a paciente e responsáveis em relação aos hábitos alimentares e de higiene além de hábitos deletérios. Uma vez ao mês será realizada a apresentação de casos clínicos para sua discussão em horário diferente ao utilizado para a clínica. Semestralmente serão realizadas pelos alunos campanhas educativas em escolas públicas ou privadas visando conscientizar estudantes e professores sobre medidas preventivas e sobre os primeiros cuidados em caso de trauma.

O protocolo de atendimento clínico será adotado seguindo o Protocolo da Associação Internacional de Traumatismo Dentário (Andersson et al , 2012).

Os pacientes traumatizados serão acompanhadas e o professor orientador estará sempre presente nas atividades teórico-práticas.

O aluno fará o preenchimento do prontuário clínico, o exame clínico e radiográfico do paciente, fazendo a avaliação do tipo de traumatismo que seguirá a classificação de Andreasen e Andreasen (2001).

O tratamento adequado para cada tipo de trauma será realizado com orientações ao paciente ou responsáveis sobre os possíveis sinais ou sintomas, sobre hábitos alimentares, hábitos deletérios e de higiene bucal.

Os alunos também serão motivados ao desenvolvimento de pesquisas sobre traumatismo dentário, incluindo apresentações em congressos eventos científicos, bem como, publicações em revistas indexadas em bases de dados eletrônicos.

A avaliação do projeto será realizada semestralmente pelos alunos participantes, coordenadores e responsáveis pelos pacientes atendidos.

Os coordenadores e alunos avaliarão o projeto através de levantamento da qualidade do atendimento prestado e da produtividade da clínica (procedimentos clínicos e número de pacientes atendidos).

A avaliação do projeto pelos responsáveis será realizada ao final do ano através de formulários semi-estruturados aplicados sob a forma de entrevista.

Os alunos também avaliarão o projeto ao final do semestre, através do preenchimento de formulário escrito e não identificado; ressaltando aspectos positivos e aspectos que necessitam de reformulações para o semestre seguinte. DOS ALUNOS: Serão computados três tipos de avaliação:

  1. AVALIAÇÃO PRÁTICA: Os alunos serão avaliados durante o atendimento clínico de acordo com os seguintes critérios: biossegurança, pontualidade, relação profissional/paciente, embasamento teórico, organização e planejamento.
  2. AVALIAÇÃO TEÓRICA .
  3. AUTO-AVALIAÇÃO